sábado, 17 de agosto de 2013

Amadeus



Por Ananda Oliveira

Nome Original: Amadeus
Ano:1989
Diretor: Milos Forman
Elenco :
F. Murray Abraham.... Antonio Salieri
Tom Hulce.... Wolfgang Amadeus Mozart
Elizabeth Berridge.... Constanze Mozart
Simon Callow.... Emanuel Schikanaeder
Roy Dotrice.... Leopold Mozart
Christine Ebersole.... Catherina Cavalieri
Jeffrey Jones.... Imperador José II
Charles Kay.... conde de Orsini-Rosenberg
Vincent Schiavelli.... Mayordomo de Salieri
Barbara Bryne.... Sra. Weber
Martin Cavani.... jovem Salieri
Roderick Cook.... conde Von Struck
Milan Demjanenko.... Karl Mozart
Peter DiGesu.... Francesco Salieri

Sinopse:
A história foca em Salieri, músico contemporâneo de Mozart, que, ao mesmo tempo em que admira e inveja o talento do compositor, o despreza por seu comportamento grosseiro. A inveja torna Salieri um rival, disposto a usar sua influência na corte de Viena para sabotar Mozart.

O filme é adaptação de uma peça de teatro de mesmo nome, escrita em 1979 por Peter Shaffer, baseada na vida de Wolfgang Amadeus Mozart e Antonio Salieri.

O filme tem um ritmo gostoso e ao mesmo tempo intrigante. Ao ouvir as músicas de Mozart na trilha sonora, que se encaixa perfeitamente em cada contexto de cada cena, você se sente em uma aula de arte.

O filme em si possui personificações de característica teatral que pude observar em Mozart e Salieri. A interação entre os atores contribuiu no contexto em que seus personagens se colocam na história.

É muito bom observar a genialidade de Amadeus com a música. O homem definitivamente aspirava música e soltava o ar escrevendo no papel. Isso é incrível.

O nome do filme é o nome do meio de Mozart, que significa "Amado de Deus". A escolha desta palavra como sendo o título do filme se deve a uma correlação feita com a convicção de Salieri de que Mozart era abençoado por Deus ao compor suas músicas.

No filme estão presentes vários acontecimentos da vida real de Mozart. Entre eles foram incluídos no roteiro de Amadeus, o seu encontro quando criança com Maria Antonieta. E também as musicas compostas por ele.

Todo o filme foi rodado sob luz natural. Não foi usado nenhum tipo de iluminação artificial cinematográfica.

Prêmios

O filme foi maravilhosamente bem recebido pela crítica. O que rendeu vários prêmios.

Oscar 1985 (EUA)

Vencedor: melhor filme, melhor diretor, melhor ator (F. Murray Abraham), melhor direção de arte (Karel Cerný e Patrizia von Brandenstein), melhor figurino (Theodor Pistek), melhor maquiagem (Dick Smith e Paul LeBlanc), melhor som (Mark Berger, Thomas Scott, Todd Boekelheide e Christopher Newman) e melhor roteiro adaptado (Peter Shaffer).

Apenas Indicado: melhor ator (Tom Hulce), melhor fotografia (Miroslav Ondříček) e melhor edição (Nena Danevic e Michael Chandler).

Globo de Ouro 1985 (EUA)

Vencedor: melhor filme - drama, melhor diretor, melhor ator - drama (F. Murray Abrahams) e melhor roteiro.

Indicado: melhor ator - drama (Tom Hulce) e melhor Ator (coadjuvante/secundário) (Jeffrey Jones).

BAFTA 1986 (Reino Unido)

Vencedor: melhor fotografia, melhor edição, melhor maquiagem e melhor som.

Indicado: melhor filme, melhor ator (F. Murray Abraham), melhor roteiro

Prêmio César 1985 (França)

Vencedor: melhor filme estrangeiro.

Academia Japonesa de Cinema 1986 (Japão)

Vencedor : melhor filme estrangeiro.

Prêmio David di Donatello 1985 (Itália)

Vencedor: melhor diretor, melhor ator estrangeiro (Tom Hulce) e melhor filme estrangeiro.

Prêmio do Los Angeles Film Critics Association 1984 (EUA)

Vencedor: melhor ator (F. Murray Abraham juntamente com Albert Finney por Under the Volcano), melhor diretor, melhor filme e melhor roteiro (Peter Shaffer).

Prêmio Eddie (EUA)

Vencedor: melhor edição em longa-metragem (Nena Danevic e Michael Chandler).

Prêmio do Casting Society of America (EUA)

Vencedor: melhor elenco em longa-metragem (Mary Goldberg).

Prêmio DGA (EUA)

Vencedor: realização notável de um diretor em longa-metragem.

Prêmio do Kansas City Film Critics Circle (EUA)

Vencedor: melhor ator (F. Murray Abraham).

Nastro d'Argento (Itália)

Vencedor: melhor ator - filme estrangeiro (Tom Hulce) e melhor direitor - filme estrangeiro (Milos Forman).


  Um comentário:

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.