segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Fantasia



Por Ananda Oliveira

Titulo original: Fantasia
Ano: 1940
Diretor: Ben SharpsteenBill RobertsFord BeebeHamilton LuskeJames AlgarJim HandleyNorman FergusonPaul (II) SatterfieldSamuel ArmstrongT. HeeWilfred Jackson
Sinopse: Fantasia é um filme de animação de longa-metragem, estadunidense, considerado um clássico, produzido pelos estúdios Disney em 1940. O filme consiste basicamente de 8 segmentos animados, acompanhados da melhor música clássica de grandes mestres.


Um sonho

Disney estava interessado em produzir animação abstrata desde que viu Uma Caixa de Cor, por Len Lye, de 1935. Não muito tempo depois, achou que a estrela do seu estúdio, Mickey Mouse, precisava de um impulso na popularidade. Disney decidiu colocar Mickey em O Aprendiz de Feiticeiro, um curta animado baseado no poema escrito por Johann Wolfgang Von Goethe, com trilha de Paul Dukas, que foi inspirado pelo conto originalde mesmo nome.

O conceito de combinar animação com música clássica foi usado em 1928, nas séries de desenho animado da Disney, The Silly Symphonies (As Sinfonias bobas). Mas ele queria ir além do pastelão de costume e produzir curtas onde "a pura fantasia se revela e a ação é controlada por um padrão musical com muito charme na terra da irrealidade".

Produção

Durante a produção de Fantasia os animadores não receberam quaisquer instruções sobre as cores que deveriam utilizar no filme, com Disney instruindo-os a usarem as cores que desejassem.

Mais de mil artistas e técnicos tiveram participação na produção de Fantasia, que possui mais de 500 personagens. Embora não seja dito, eles possuem nomes; como, por exemplo, no segmento A Dança das Horas, a hipopótamo é Hyacinth Hippo; a avestruz é Madamoselle Upanova; e o jacaré é Ben Ali-Gator.

Segmentos de cor foram introduzidos cena por cena, de modo que as cores harmonizam entre a ação da cena atual e da seguinte.

Antes que o padrão de narrativa de um segmento estivesse completo, um esquema geral de cores era projetado para o andamento da música, e padronizado para corresponder ao desenvolvimento da cena em questão.

O departamento de modelo de personagem esculpiu três modelos dimensionais em barro, para que os animadores pudessm ver os personagens de todos os ângulos. O ator Bela Lugosi serviu como modelo para o personagem em animação Chernabog, o demônio do episódio Noite no Monte Calvo.

A Música

Ao receber o direito de usar as músicas até o final de julho de 1937, Disney pensou em usar um condutor conhecido para gravar a música a fim de acrescentar prestígio.

Ele conheceu Leopold Stokowski , o maestro da Orquestra de Filadélfia desde 1912, no restaurante do Chasen, em Hollywood, e falou sobre seus planos para o curta.

Stokowski estava feliz em colaborar com o projeto e se ofereceu para conduzir a trilha, sem nenhum custo.

Dos músicos, cujas composições foram usadas em Fantasia, Stravinsky era o único vivo na época.

A trilha sonora foi gravada utilizando múltiplos canais de áudio, reproduzidos no sistema Fantasound. Sendo esta uma maneira pioneira de reprodução de som.

Fantasia é o primeiro filme comercial com som estéreo.

Segmentos

  • Tocata e Fuga em Ré Menor


Compositor:  Johann Sebastian Bach
Destaque: A equipe de efeitos especias se arrisca e ao mesmo tempo mostra todo seu talento no mundo da abstração.

  • Suíte Quebra-Nozes


Compositor: Tchaikovsky
Destaque:  Os artistas tomaram um caminho diferente da tradicional história envolvendo brinquedos fazendo sua própria interpretação da música e mostrando um número que simboliza as estações do ano.

  • O Aprendiz de Feiticeiro


Compositor: Paul Dukas
Destaque: A cena mais famosa do filme apresenta Mickey Mouse no papel do feiticeiro afobado, que quer aprender seu ofício antes da hora. Para isso, ele rouba o chapéu mágico de seu mestre Yen-Sid (Disney ao contrário) e dá vida a várias vassouras, para encher o caldeirão de água e, como resultado de sua teimosia, cria algo que nem ele mesmo sabe controlar.

  • Sagração da Primavera


Compositor: Igor Stravinsky
Destaque:  Este segmento representa a explicação científica da evolução da vida na Terra, desde os primeiros seres microscópicos aos gigantescos dinossauros.

  • Sinfonia Pastoral


Compositor: Beethoven
Destaque:  O cenário é o Monte Olimpo e o elenco de personagens é composto de figuras fantasiosas como cavalos alados, sátiros, cupidos, centauros e suas namoradas. Causou muita polêmica por mostrar centauros e cupidos nus e uma centaura negra.

  • Dança das Horas


Compositor: Amilcare Ponchielli
Destaque: É uma sátira ao balé clássico e representa as horas do dia por um grupo de animais: avestruzes, hipopótamos, elefantes e jacarés.

  • Uma Noite no Monte Calvo


Compositor: Modest Mussorgsky
Destaque: O demônio Chernabog, que vive no alto de uma montanha e que na noite de Halloween vem atormentar as almas de um vilarejo. A cena mais assustadora presente numa animação.

  • Ave Maria


Compositor: Franz Schubert
Destaque:  Apresenta uma procissão religiosa que segue até a uma capela. Depois da tempestade tudo se acalma.

Estreia

Quando Fantasia estreou, originalmente nos cinemas, os críticos não apoiaram o filme, por considerarem muito pretensioso, monótono, e ainda criticaram o fato de Walt Disney querer associar imagens à música. Como consequência, o público não prestigiou o longa.

Fantasia é um filme que, se considerado os padrões das produções infantis, não seria classificado como livre, pois algumas de suas cenas, como Uma Noite no Monte Calvo, são extremamente fortes.

Após esta desastrosa performance comercial, Fantasia foi encurtado para uma versão de apenas 83 minutos.

Planos futuros

 A idéia inicial de Walt Disney era que Fantasia fosse relançado nos cinemas anualmente, sempre com um episódio novo, mas esta idéia se mostrou arrojada e cara demais para ser implementada.

Anos mais tarde foi lançada a sequencia, Fantasia 2000, que possui sete segmentos animados, contendo música clássica. O único segmento presente nos dois filmes é O Aprendiz de Feiticeiro. A trilha sonora do filme foi realizada pela Orquestra Sinfônica de Chicago, pelo condutor musical James Levine.

Prêmios

Oscar 1942

Ganhador de dois Oscars honorários

New York Film Critics Circle Awards 1940


Prêmio Especial do festival entregue a Walt Disney


0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.