quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O Professor Aloprado



Por Ananda Oliveira

Nome original: The Nuty Professor
Ano:1963
Diretor: Jerry Lewis
Elenco:
Jerry Lewis ... Professor Julius Kelp / Buddy Love / Baby Kelp
Stella Stevens ... Stella Purdy
Del Moore ... Dr. Hamius R. Warfield
Kathleen Freeman ... Millie Lemmon
Med Flory ... Football Player
Norman Alden ... Football Player
Howard Morris ... Sr. Elmer Kelp
Elvia Allman ... Mother Edwina Kelp
Milton Frome ... Dr. M. Sheppard Leevee
Buddy Lester ... Purple Pit Bartender
Marvin Kaplan ... Man at Nightclub
David Landfield ... College Student
Skip Ward ... Football Player
Julie Parrish ... College Student
Henry Gibson ... Gibson, College Student
Les Brown ... O Próprio
Mushy Callahan ... Cab Driver (scenes deleted)
Les Brown and His Band of Renown ... Themselves
Murray Alper ... Gym Attendant
Les Brown Jr. ... Student at Senior Prom
Joseph Forte ... College Faculty Member
Art Gilmore ... Trailer Narrator (voz)
Gavin Gordon ... Clothing Salesman
Terry Higgins ... Cigarette Girl

Sinopse: Um professor feio e desajeitado é ridicularizado por diversas pessoas, mas só após ele ser humilhado pelo treinador na frente de sua turma e de uma bela estudante é que ele decide criar uma poção que o transforma em um indivíduo atraente. Mas como os efeitos não são permanentes, ele se vê metido em situações complicadas quando sua real aparência toma conta do seu corpo. 


Sem duvida muitas cabeças estão explodindo agora! Sim! O professor aloprado do Eddie Murphy é um mero remake do filme do grandioso Jerry Lewis. Mas depois a gente chega lá.

A versão original de Jerry Lewis não possui apenas um humor caricato e original do gênero, mas também possui uma linguagem cinematográfica bem autêntica.

O Professor Aloprado foi um grande marco na carreira de Lewis, sendo considerado o seu maior sucesso cinematográfico. O filme também marca o momento em que Lewis deixa seus personagens clássicos para trás e cria algo totalmente novo para os dois personagens com uma voz diferente, postura diferente e olhar diferente.

Julius Kelp é um professor de química, nerd, baixinho, dentuço, que usa óculos e fala de um jeito engraçado e afofado. O professor causa problemas na faculdade desde o primeiro dia em que começou a trabalhar, devido aos experimentos frustrados realizados em aula. Ele também é apaixonado por sua aluna Stella, que o respeita.

Após ser confrontado por um aluno, muito maior que ele, Kelp decide começar a ir a academia para ficar tão grande quanto. Porém, os resultados são nulos. Ele vê como única opção criar uma fórmula química para alcançar os resultados esperados.

A fórmula o transforma no sedutor e mal-educado conquistador Buddy Love, que consegue conquistar Stella, a deixando a andar nas nuvens.
Na cena da transformação Lewis utilizou um foco forte de luz, deixando o resto da sala um pouco escura, causando a sensação de mistério/terror.

Durante a transformação os líquidos químicos se misturam quando são jogados no chão, formando uma grande mancha vermelha, amarela e laranja, deixando a cena mais iluminada e com enfoque na ação que acontece no momento. Kelp sofre mutações durante o processo. Sua pele muda de cor, seus braços ficam peludos, seu cabelo e dentes crescem.

Depois de um fade.

Uma câmera subjetiva – mostrando a visão de Kelp já transformado - registra o espanto das pessoas ao o verem, num plano sequencial magnífico.

Na boate sua aparência é revelada e, assim, conhecemos Buddy Love.

A transformação de Love para Kelp acontece de forma cômica, começando pela mudança de voz, causando constrangimento ao conquistador barato.

Uma cena muito interessante é aquela em que Kelp chega atrasado pra aula, por causa de uma ressaca, mostrando uma conjugação funcional de imagem e som. Pálido, o professor se desespera a cada som emitido em sala de aula, como o ruído exagerado do giz riscando o quadro, a aluna que assoa o nariz, outra mascando chiclete etc.

Obviamente, a dupla personalidade não é entendida e Kelp é desmascarado por si mesmo, diante de toda a universidade, durante o baile.

Ele finalmente consegue conquistar a Stella e é aceito pelo que é.

O filme termina elegantemente com os atores, um a um, agradecendo como se estivessem num palco de teatro, enquanto seus nomes são creditados na tela. O último é Jerry Lewis que, literalmente, quebra a lente da câmera.

O professor na linha do tempo.

Remake 1996


Em 1996 foi realizado o remake, de mesmo nome, com Eddie Murphy.

O filme foi simplesmente transportado para uma realidade mais atual e com 
algumas modificações. Entre elas estão as características do professor. Julius Klamp é um homem inteligente e gordo. Obviamente, para a sociedade, a pessoa gorda sofria mais discriminação do que o nerd, na época de Lewis.
Esse filme marca o momento em que Murphy interpretou todos os membros da família, exceto o filho mais novo.

O Remake foi um grande sucesso na época e ganhou sua sequência.

2011 - Musical da Broadway


Lewis levou Kelp para a Broadway. O diretor adaptou seu roteiro para uma peça musical que ficou em circulação durante todo o ano e agradou bastante os críticos.

O musical também mostrou que Lewis está com energia de sobra.


Lewis no Festival de Cannes 2013
 promovendo o filme Max Rose aos 87 anos.


0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.