quarta-feira, 4 de junho de 2014

Luzes da Cidade



Por Ananda Oliveira

Titulo Original: City Lights
Ano: 1931
Direção: Charles Chaplin.
Elenco:
Charles Chaplin - O Vagabundo
Virginia Cherrill - Florista cega
Florence Lee - Avó da florista cega
Harry Myers - Milionário excêntrico
Al Ernest Garcia - Mordomo do milionário excêntrico (creditado como Allan Garcia)
Hank Mann - Pugilista
Robert Parrish - Garoto jornaleiro
Henry Bergman - Prefeito e vizinho da florista
Albert Austin – Ladrão

Sinopse: A paixão de um vagabundo por uma vendedora de flores cega, que acidentalmente acredita que ele é um milionário, o motiva a tentar conseguir o dinheiro necessário para realizar a cirurgia que poderia lhe restaurar a visão. A oportunidade de ouro aparece quando o vagabundo faz amizade com um homem milionário, que tentava o suicídio após ser abandonado pela mulher.



Luzes da cidade mostra que o amor tem uma linguagem universal, que não necessariamente precisa de grandes diálogos, já que um olhar é o suficiente.  Essa é a função de luzes da cidade apresentar ao publico que as, Grandes cidades que funcionam 24h por dia numa imensa e interminável correria pode ser o cenário de uma bela história de amor.

Produção


Chaplin sempre foi famoso não só pela genialidade de contar suas histórias mas também por ser perfeccionista.  Neste filme, por exemplo,  a cena em que o vagabundo compra  uma flor da Florista cega foi rodada 342 vezes até que o diretor encontrasse uma forma de ilustrar que a florista acreditasse que o vagabundo fosse um milionário.










]






Perto de finalizar as filmagens Chaplin demitiu a atriz que fazia o papel da florista e contratou a atriz Georgia Hale, para refazer todas as cenas da personagem.  Porém isso não foi levado a frente já que  a produção teria um custo adicional podendo levar a produtora a falência. Logo, ele decidiu recontratar Cherrill, que apenas aceitou retornar ao trabalho após ganhar um aumento de 100% em seu salário.

Um dos recursos utilizados para transmitir a fala de alguns personagens no começo do filme é a sonoplastia. Efeitos sonoros criados pelo próprio diretor.

Melhores cenas

O que realmente impressiona nessas cenas não é somente a comédia em si, mas toda a coreografia nela apresentada.

Boxe
Na tentativa de ajudar a florista o vagabundo acaba entrando em um ringue de Boxe. A intenção era repartir o prêmio meio a meio com outro homem, que acaba sendo preso e o vagabundo acaba entrando em uma luta de verdade.  


Restaurante
Um homem rico e bêbado faz amizade com o vagabundo e o leva para um restaurante, causando muitas confusões.



Cena final
A ultima cena do filme é a mais bonita de todas elas. Porque finalmente a florista pode ver e ela encontra o homem que ela tanto ama. E ela diz: Sim, eu posso ver agora. 


Luzes da cidade é uma bela, divertida e delicada história de amor. 
No melhor estilo de Charles Chaplin.





0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.