terça-feira, 29 de julho de 2014

Alan Moore pede que o filme Hércules seja boicotado



Alan Moore, O quadrinista mais famoso e polêmico sempre disse o que achava sobre as adaptações de seus trabalhos para os cinemas, mas o autor vem agora em defesa de seu amigo há mais de 40 anos Steve Moore, sobre a HQ Hercules: The Thracian Wars e o filme que a levará às telonas.

Por Wander Oliveira

Em entrevista, Alan Moore revelou que pouco antes da morte de Steve Morre, que faleceu em março desse ano, ele estava com seu amigo que "expressava sua indignação". Alan disse ainda que "Steve teve muitos problemas com a produção dos quadrinhos pela Radical Comics, ele teve de fazer várias concessões que eles haviam prometido que não seriam necessárias. [...] Mas ele estava muito feliz com a pesquisa feita para a série. Estava impecável. Não havia um elemento que não tivesse fundamento na mitologia ou história grega".

No entanto, Alan conta que Steve estava bem alterado com a adaptação de sua obra ao cinema. "Ele me dizia 'acabei de escrever um email bem bravo perguntando o por quê de eu não ter sido consultado para esse projeto e quando eu devo receber meus US$ 15 mil', que era quando Steve devia ter recebido segundo seu contrato", explicou.

"Antes da morte de Steve, eles não pensaram que seria necessário ligar seu nome à história original. Sua única consolação antes de morrer foi que seu nome não seria mencionado a essa produção ignorante. No entanto, depois da morte de Steve, [com a divulgação dos obituários na mídia], eles começaram a envolver o nome dele nos créditos do filme", finalizou Alan.

Depois disso tudo, Alan pede agora que as pessoas olhem a publicidade do filme antes e depois da morte de Steve. "Peço também que todos aqueles que se importam com Steve Moore e seu legado não vão assistir a esse miserável filme. É a última coisa que ele teria querido", encerra.

Se a moda pega.

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.