terça-feira, 4 de novembro de 2014

Cenas de Assinatura - marcas que os diretores deixam nas produções que comandam



O cinema está cheio de impressões. Seja por direções, que batemos o olho e já sabemos que aquele diretor dirigiu aquele tipo de filme, ou por uso de certos atores. Acompanhe aqui essas impressões que cada diretor usa em seus filmes.

Por João Trettel

Aparições de Alfred Hitchcock em seus filmes


Hitchcock foi um gênio do cinema. Seja por seus filmes perfeitos que sempre traziam à tona as piores situações para os homens, tais como ser atacado por pássaros, observar seu vizinho assassinar sua esposa ou se meter numa intriga internacional. Mas nenhum desses filmes estaria completo se Alfred Hitchcock não aparecesse em tela para que o achássemos.


Os fetiches de Quentin Tarantino


Tarantino é um podólatra assumido. Em todos os seus filmes vemos pés femininos. Independente da situação gosta de focar os pés e mostrar toda sua sensualidade.

As festas de Blake Edwards


Uma das marcas desse grande diretor são as comédias. Blake adora focar suas situações nas comédias, seja as mais sérias, com humor negro ou paspalhão. Ele gosta de mostrar essas situações em festas, como em Bonequinha de Luxo, até pegar fogo no cabelo de uma senhora ou um convidado atrapalhado indiano, interpretado por Peter Sellers entrar em ação. Blake Edwards adora provocar isso em seus filmes e sua filmografia é a prova disso.

O centrismo de Stanley Kubrick

                                     

O cineasta Stanley Kubrick dedicou o seu tempo a contar histórias da maneira mais visualmente possível. Suas imagens tem o poder de dizer mais que mil palavras. Feito que poucos – ou nenhum outro – diretores podem igualar. O seu centrismo, como marca, tem resultado em belas cenas, que pouquíssimos diretores conseguem fazer.
Ele consegue não só capturar toda a emoção em quadro, como posicionar uma melhor fotografia, além de fazer com que nos sintamos numa experiência transcendente. Quer uma prova? Vá assistir 2001 – Uma odisséia no espaço!

Wes Anderson e Bill Murray


Anderson é um diretor fenomenal! Ídolo do cinema independente americano e mundial, ele gosta de contar histórias fenomenais. Seja um capitão que vai caçar um tubarão; uma família desajustada; dois adolescentes que decidem se casar. Ele adora falar sobre esse cotidiano em seus filmes. E uma marca disso é o uso frequente de um dos melhores atores do mundo, Bill Murray, carismático e talentoso como poucos outros conseguem. E quando junta os dois, surgem filmes míticos como Os Excêntricos Tennebauns ou A Vida Marinha, com Steve Zissou ou também Três é demais.

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.