quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Filmes Modernos em Preto e branco



Por Ananda Oliveira


  • Frances Há


Explorando temas como a juventude, a amizade, a luta de classes e o fracasso, o filme conta a história de Frances, uma aprendiz em uma companhia de dança que, mesmo tendo dificuldades, encara a vida de maneira otimista.

  • O Artista


Na época dos filmes mudos em Hollywood, nos anos de 1927, o cinema falado vem com tudo, arrebatando o cinema mudo aos poucos. George Valentin, um consagrado ator do cinema mudo, aos poucos vai caindo no esquecimento. Enquanto a jovem Peppy Miller começa a engatinhar, de figurante à estrela de cinema.

  • Nebraska



Woody Grant é um homem muito idoso que acredita ter ganhado um milhão de dólares pelo correio por uma propaganda. Desde então decide ir a Nebraska receber o prêmio com ajuda de seu filho David. No meio do caminho ele sofre um acidente e David o leva para passar um final de semana na casa dos seus tios, para depois seguir a viagem. Lá, Woody espalha que está prestes a se tornar um milionário. O que resulta na cobiça da família e dos outros moradores da cidade.

  • Tabu


Pilar é uma mulher que passa a se interessar pelos últimos dias de vida de sua vizinha Aurora. Pilar descobre cartas sobre um romance do passado de aurora.A partir daí da-se inicio a um flashback, dividindo o filme em duas partes

  • A Fita Branca



A história acontece em 1913, às vésperas do estopim da Primeira Guerra Mundial, num vilarejo ao norte da Alemanha, onde a religião predominante é o protestantismo. Há um coral, dirigido pelo professor, de crianças, adolescentes e suas famílias: o barão, o reitor, o pastor, o médico, a parteira, os camponeses. Estranhos acidentes começam a acontecer e tomam aos poucos o caráter de um ritual punitivo.

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.