sexta-feira, 19 de abril de 2013

Quanto Mais Quente Melhor



Por Ananda Oliveira
Nome original: Some Like it Hot
Ano:1959
Diretor: Billy Wilder
Elenco:
Marilyn Monroe .... Sugar Kane
Tony Curtis .... Joe/Josephine
Jack Lemmon .... Jerry/Daphne
George Raft .... Spats Colombo
Pat O'Brien .... Mulligan
Joe E. Brown .... Osgood Fielding III
Nehemiah Persoff .... Bonaparte
Joan Shawlee .... Sweet Sue
Billy Gray .... Sig Poliakoff
George E. Stone .... Toothpick Charlie
Dave Berry .... Beinstock

Sinopse: Dois músicos conseguem um trabalho em uma cidade. Ao irem pegar o carro, emprestado, no estacionamento eles testemunham um massacre executado por gangsters. Ao serem ameaçados eles conseguem escapar e decidem sair da cidade disfarçados de mulher numa banda de moças.


O objetivo do diretor era fazer um filme mais atrevido e cômico que "O Pecado Mora ao Lado". O filme possui uma trama capaz de prender a atenção, com uma comédia bem trabalhada que traz diálogos com um bom timing, além da dedicação de toda a produção e da química entre o elenco, é possível notar que os atores e divertem em cena. Billy Wilder conseguiu se superar, e esse acabou se tornando o filme favorito do diretor.

O filme a principio seria colorido, mas a maquiagem utilizada em Lemmon e Curtis era muito pesada, justamente pra esconder o sombreado da barba e deixar o rosto deles com feições mais delicadas. Conclusão o rosto deles ficou verde na imagem. Por isso o filme é em preto e branco.


No filme Marylin faz com que o "quente" do nome seja transmitido pela sensualidade típica de seus personagens. O romance é guiado por Curtis e a comédia é levada por Lemmon, que consegue brilhar em cena. A caracterização feminina dos atores é perfeita e hilária, o que torna o filme por si só um parque de diversões.

Houve um pré-estreia do filme em Los Angeles. Na cena em que Jerry/Daphene anuncia seu noivado o publico começou a rir e gargalhar tanto que não prestou atenção no diálogo da cena, que continha informações importantes para o desenrolar da história. A cena foi refilmada, acrescentando pausas e as maracas utilizadas por Lemmon. Assim a cena dava ao publico tempo de rir e continuar prestando atenção no diálogo sem se perder. 


Nem tudo são flores e isso pode se notar por alguns problemas que ocorreram durante as gravações. Marylin passava por uma depressão, o que acarretou na dificuldade de  decorar suas falas, em uma cena é possível notar que ela lê o texto de longe. A cena na qual ela tropeça no pé de Curtis foi repetida exaustivamente até que fosse acertada. 

Diz a lenda que Tony Curtis e Jack Lemmon espiavam Marylin trocando de roupa no camarim, mas sem muito sucesso.

É o que dizem: "Ninguém é perfeito"



Curiosidades

Foi indicado a cinco Oscars. Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Jack Lemmon), Melhor Direção de Arte, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Figurino, que dentre eles foi o vencedor.

No Globo de Ouro ganhou por Melhor Filme, Ator (Jack Lemmon) e Atriz (Marilyn) de comédia/musical.


E então, ficaram com vontade de ver?

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.