sexta-feira, 25 de abril de 2014

Jim Sheridan fala sobre a produção que conta a história do Atentado de Lockerbie



No dia 21 de dezembro de 1988, um avião que saiu de Londres, Inglaterra, em direção à cidade de Nova York, EUA, explodiu no ar logo acima de Lockerbie, Escócia. 259 passageiros e 11 pessoas que estavam na região faleceram. Inicialmente, as suspeitas da tragédia recaíram sobre o Exército Republicano Irlandês (IRA), mas as investigações identificaram que o ataque foi ordenado pela Líbia. Porém, o caso ainda causa discussões, já que muitos defendem que quem organizou tudo foi o Irã.

Por Wander Oliveira

Com uma história dramática como esta, o diretor irlandês Jim Sheridan (Em Nome do Pai; Meu Pé Esquerdo) está trabalhando em um roteiro com Audrey O’Reilly sobre o ataque terrorista, segundo informações do site The Hollywood Reporter.

A história do filme apresentará a vida real de Jim Swire, um doutor inglês cuja filha Flora foi morta após os destroços do avião terem caído na cidade escocesa e que se tornou um ativista para buscar a verdade sobre o atentado, já que não ficou convencido com o resultado das investigações. 

Quando um agente líbio foi preso em 1991 e condenado a 27 anos de prisão por ter participado do ataque, o doutor começou a frequentar a cela em que ele estava para cuidar da saúde do preso. O agente acabou sendo entregue ao seu país em 2009 depois de ser diagnosticado com um câncer de próstata terminal.

Segundo declarações de Sheridan, O longa será basicamente um drama que analisará o efeito do terrorismo em uma família. “É algo muito estranho quando você acha que encontrou a pessoa que matou sua filha, mas Swire percebeu que o agente não tinha envolvimento com o caso”, afirmou.

A produção ainda não tem data definida para iniciar.

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.