sábado, 25 de outubro de 2014

Grandes lições que aprendemos com os professores dos filmes



"Lastimável discípulo, que não ultrapassa o mestre".
                                                 Leonardo da Vinci

Por João Trettel


Mestre Miyagui, Karatê Kid - A Hora da Verdade (The Karate Kid) 


Ser novo na cidade nunca é fácil. Você não conhece ninguém, tem que se acostumar com novas regras, nova escola etc. O problema é quando você já arruma confusão no seu primeiro dia com os valentões da escola e tem que se virar para se defender. O jovem Daniel (Ralph Macchio) tem que sobreviver e, nisso, surge o zelador do seu prédio para socorrê-lo. O enigmático Miyagi (Pat Morita) o ensina os valores da educação e da obediência. Treinando Daniel não só para o combate como, também, para a vida. Um ótimo filme e Miyagui é um ótimo professor.

Dewey Finn, Escola de Rock (School of Rock) 


Jack Black interpreta um músico falido que precisa de uma grana e também de montar uma banda nova. Ele recebe uma proposta por engano, para trabalhar como professor numa escola modelo quando conhece seus alunos, que são músicos. Ele vê a oportunidade de montar uma banda e também mudar a cabeça dos jovens.
O filme é dirigido por Richard Linklater que dá um show na direção. A trilha sonora é maravilhosa e conta com os clássicos do rock como Ramones, Led Zeppelin, Kiss entre outros. Vale a pena conferir as lições desse grande professor.

John Keating, A Sociedade dos Poetas Mortos (Dead Poets Society)


Robin Williams interpreta um professor de poesia que vai a uma escola tradicional e, com base na liberdade e na confiança de seus alunos, começa a mudar suas cabeças. Um bom filme para tratar sobre repressão na vida e sobre liberdade de escolha.

Erin Gruwell, Escritores da Liberdade (Freedom Writers)


Este filme trata de um problema muito frequente que enfrentamos nas salas de aula: “inclusão”. Alguns alunos não conseguem se adaptar à escola e, assim, temos o abandono. Independente do país no qual se esteja, essa é uma realidade constante. No filme, Hilary Swank interpreta uma professora que, com a escrita e o amor aos seus alunos, começa a ouvi-los sobre a dura realidade em que vivem, transformando o ambiente deles através da escrita.

Joe Clark, Meu Mestre, Minha Vida (Lean on me)



Como em Escritores da Liberdade, vemos a violência nas escolas. Esse filme também mostra a chocante realidade de jovens em contato com o tráfico de drogas, violência e gangues. Morgan Freeman interpreta a história de Joe Clark, um professor que é convidado para ser diretor de uma escola barra pesada. Com métodos pouco ortodoxos, ele consegue mudar a cabeça de seus alunos, fazendo-os estudar e passar no exame final que o governo aplica na escola dele.

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.