quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Monica Bellucci completa 50 anos. E bem vividos



Uma atriz que é considerada sucessora das grandes divas italianas do cinema do século XX, como Sophia Loren e Claudia Cardinale, a atriz e modelo italiana Monica Bellucci completou 50 anos nesta terça-feira (30).

Por Wander Oliveira

Nascida 1964 em Città di Castello, na região da Umbria, Monica estrelou filmes como "Drácula de Bram Stoker" (1992), "Malena" (2000), "Irreversível" (2002) "Matrix reloaded" (2003) e, mais recentemente, "Mandando bala" (2007).

Ela também ficou conhecida por sua relação com o ator francês Vincent Cassel, com que se casou em 1999. Após 14 anos juntos, eles se separaram em agosto de 2013. Do casamento, têm duas filhas, Deva e Léonie. 

Foi capa de inúmeras revistas e protagonista de diversas campanhas publicitárias desde o fim da década de 1980, Monica Bellucci acumula mais de 50 filmes no currículo e indicações a prêmios internacionais como o italiano David (Donatello) e o francês Cesar.

Com uma trajetória de mais de 20 anos na indústria do entretenimento, coisa rara para uma atriz em dias atuais, a italiana começou sua carreira profissional como modelo com o objetivo de pagar a faculdade de Direito. A fama internacional veio graças a aparição em publicações como "Elle" e "Vogue".

Após estrear como atriz no ano de 1990, na minissérie de TV "Vita coi figli", Monica deu o salto ao mundo do cinema através do diretor italiano Franceso Laudadio, em "La riffa" (1991).

Sua primeira aparição em uma produção internacional foi sob direção de um dos mais cultuados cineastas de todos os tempos, o americano Francis Ford Coppola. Na superprodução "Drácula de Bram Stoker", ela interpretou uma das três concubinas do vampiro, que tenta seduzir o nobre Keanu Reeves.

Em 2000, Monica se tornou musa de Giuseppe Tornatore em "Malena", no qual interpretava uma jovem e atraente mulher que acende o desejo de um imaginativo adolescente em um pequeno povoado da Sicília.

A atriz obteve sua consagração e alcançou popularidade mundial graças ao polêmico "Irreversível", no qual dava vida, ao lado do ex-marido, Vincent Cassel, a uma mulher vítima de estupro e depois vingada por seu namorado. Um filme sombrio e perturbador.

Ao longo de mais de duas décadas de carreira no cinema, a italiana mostrou sua versatilidade e atuou em vários idiomas, como inglês, francês e o aramaico, em seu papel como Maria Madalena em "A paixão de Cristo" (2004), de Mel Gibson.

Além disso, ela se consolidou como imagem de grandes marcas como Dior e Dolce & Gabbana, que levaram sua imagem mais sensual e encantadora a todo o mundo.

Imersa atualmente nas filmagens de "On the Milky Road", do diretor iugoslavo Emir Kusturica, Monica estava em cartaz há poucos meses com "Le meraviglie", filme que recebeu elogios da crítica e ganhou o Grande Prêmio do Júri do Festival de Cannes em maio. E com esta vitalidade toda, a atriz reserva muitas surpresas para seus fãs...que não são poucos.

0 comentários:

Postar um comentário

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.